Encontrei um MESTRE

Posted on Posted in O Mestre

Artigo presente na revista nº 3 da nossa Associação.
Data do terceiro trimestre de 2001 e dá-nos a conhecer o Mestre Vitor Silva.

Há Mestres dos quais a simples evocação do seu nome, nos situa plenamente em um estilo. Este é o caso de Vitor Silva, paladino do universal que no Karaté existe por cima das diferenças de raças e costumes.

Ele soube ir um passo por diante e abrir caminho, e muitos de nós estar-lhe-emos para sempre agradecidos. Não deve ter sido fácil abrir caminho desde a diferença. Sem dúvida foi-lhe exigido mais e sem dúvida este homem soube verter o frasco das essências e dar o melhor de si mesmo. Uma vontade de ferro e uma convicção profunda foram seguramente suas maiores ferramentas. Ninguém pode pois questionar suas conquistas e assim seu nome é hoje sinónimo de qualidade e mestria. O Mestre Vitor Silva apesar da sua reputação de sobriedade e rigor é um homem simples e caloroso. Tem verdadeira estima pelos seus alunos que, visivelmente lha retribuem.

Vitor Silva é, com efeito, um homem verdadeiramente cativante, feliz na prática do Karaté, entre os seus alunos e em família, com a sua mulher, os seus filhos, e os seus livros.Com 51 anos, conserva uma juventude de presença e de expressão que caracteriza os homens íntegros. De gestos serenos mas de olhar alegremente trocista, exigente mas mantendo sempre o sentido de humor, confirma o provérbio que vê no Karaté um meio de rejuvenescimento. O seu estudo sério e constante tem o mesmo efeito sobre os valores de honra e trabalho, reclamados pelos Karatecas seus seguidores.

Herdeiro do seu Mestre, já falecido, tem dedicado toda a sua vida ao estudo desta arte, assegurando a sua evolução e definindo os métodos de treino, dentro do espírito traçado pelo seu criador. Em nome desta herança espiritual – a procura do Do, (caminho, via) – recusou a popularidade fácil e o comercialismo mutilador da essência do Karaté-Do, a qual é, ao mesmo tempo, o seu aspecto mais difícil e o mais gratificante: a procura constante, o auto-aperfeiçoamento.

De facto encontrei um MESTRE.